26 de jul de 2009

O QUE É UM CISTO PILONIDAL

Em uma linguagem comum, vou explicar o que descobri ao passar pela experiência de ter um cisto pilonidal.....

Trata-se de um cisto, uma bolinha, em uma região chamada sacral (abaixo da espinha, onde começa a divisão das nádegas). Frequentemente esse cisto contém pelos ou restos de pele.
Em algum momento de sua vida, normalmente no início da idade adulta ( eu tive aos 23 anos) ele se manifesta, causando dor e incomodo, podendo até ficar avermelhado.
Pela localização da dor, é comum as pessoas procurarem primeiramente o ortopedista, porém, é um problema clínico, pois não é no osso.

A CIRURGIA...

Após diagnosticado o cisto a cirúrgia é inevitável, o cisto não desaparece sózinho e tende a inflamar outras vezes, causando dores e incomodo novamente. O médico indicado é um cirurgião geral, que realiza o procedimento em um hospital.

Dessa forma, marquei a cirúrgia.

Fui internada as 7h da manhã, deram-me um remédio para dormir (apaguei completamente, não senti mais nada a partir desse momento). Fui então anestesiada, a anestesia que tomei foi a rack (vou descobrir se é assim que escreve) e a cirúrgia foi realizada.

Acordei por volta das 9h em uma sala onde observava-se como as pessoas voltavam da anestesia, haviam cerca de duas enfermeiras lá. Eu sentia muito, muito frio e elas colocaram dois cobertores sobre mim, mas não resolveu muito, me falaram que esse é um efeito da anestesia. Minhas pernas estavam completamente duras, eu não as movia nem fazendo força.

Por volta das 11h fui para o quarto, minhas pernas estavam começando a formigar e a voltar a ter movimento ( é uma sensação estranha).

Fui orientada a não levantar a cabeça por 6h após a cirurgia, por causa da anestesia, senão eu passaria a ter dores fortes na cabeça.

Nessa cirurgia, de cisto pilonidal, o corte fica aberto, ou seja, não são dados pontos, a cicatrização ocorre de dentro para fora do corpo. Embora pareça estranho, esse é o procedimento mais indicado e comum.

Até então, eu estava com um curativo enorme no bumbum, e não tinha noção do que era esse corte aberto...

Quando a médica veio observar minha recuperação ela abriu o curativo e eu pude ver como estava...levei um susto, era um buraco aberto, muito estranho e feio, pra falar a verdade...embora ela tenha dito que estava tudo bem, dentro do esperado e me deu alta, após 24h de internação. A médica orientou para que o curativo fosse trocado em casa duas vezes por dia e que fosse passada uma pomada que ajuda na reconstrução do tecido.

A RECUPERAÇÃO EM CASA

Bom, eu ainda estou me recuperando da cirurgia, ou seja, eu ainda tenho um buraco enorme aberto, que vai levar cerca de 1 mês para fechar.

É necessário que alguém que não se impressione faça os curativos diariamente, limpe o buraco com soro fisiológico e passe a pomada (minha mãe tem usado cotonete...). O fato de não ter pontos gera uma ferida cirúrgica impressionante.

É preciso fazer repouso, doi para sentar, mas, apesar de tudo, é tranquilo e eu me sinto bem.

25 de jul de 2009

IMAGENS DA CIRÚRGIA

Cuidado para não se impressionar...




Antes da cirúrgia, cisto inflamado:











Ferida cirúrgica aberta:
(eu sei que é feio)










Acredite, a imagem não esta ampliada...